Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

22
Jan19

Quando os traumas nos tornam mais fortes

Miúda Opinativa

Como escrevi por aqui algumas vezes, em Setembro de 2017 aconteceu-me a pior tragédia da minha vida - o meu irmão mais velho suicidou-se. E foi, sem sombra de dúvida, o momento mais difícil da minha vida; no entanto, com mais alguns "arranhões", e embora ainda não tenha conseguido superar totalmente o que aconteceu - e tenho dúvidas que alguma vez consiga superar - a verdade é que consegui seguir com a minha vida. Não acho, no entanto, que seja alguma heroína ou qualquer coisa semelhante; penso que apenas fiz o que tinha que fazer.

Há umas semanas, passado pouco mais de 1 ano, vivi uma situação que nunca pensei vir a viver e que envolveu, também, um suicídio. À minha volta, sobretudo as pessoas que sabiam o que havia acontecido com o meu irmão, houve uma enorme preocupação comigo - pensaram que a situação me fizesse reviver sentimentos antigos, dores antigas, fantasmas antigos. E embora, admito, num primeiro momento tenha sentido uma sensação de deja vu, com a polícia e o INEM, rapidamente isso passou e eu comecei a agir - e agir, nestas alturas, também é importante, sobretudo para cuidar dos que cá ficam.

Mas a preocupação de terceiros existiu. "Estás bem? Pára. Estás bem?".

Por mais fria que possa ter parecido, a verdade é que aquela situação não foi o pior que me aconteceu. E o pior que me aconteceu deu-me algumas ferramentas para lidar com situações deste género - ferramentas emocionais e "racionais". Mais: o pior que me aconteceu faz-me relativizar tudo à minha volta: sim, é muito triste que aquela pessoa se tenha suicidado; no entanto, PARA MIM, foi muito mais triste o suicídio do meu irmão.

Aprendi que, na verdade, a vida pode ser isto: os traumas são fodidos. E passava bem sem o facto de o meu irmão se ter enforcado. Mas os traumas, não tendo nós qualquer controlo sobre eles, e deixando marcas e calos, tornam-nos também mais fortes.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D