Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

30
Mar20

Não consigo atribuir um título a este texto - Lado A

Miúda Opinativa

Admito. Até há 3 / 4 semanas, vi sempre toda a questão do Coronavírus com uma certa leveza. Não achava que não iria chegar aqui, mas acreditava que seria uma espécie de Gripe das Aves ou Gripe A. Na Gripe das Aves, lembro-me de gozarmos com a situação, dizendo "distância higiénica" uns aos outros (era miúda). Na Gripe A, lembro-me de uma certa apreensão em irmos até ao Hospital de Santa Maria às aulas de Psicopatologia porque, enfim, apesar de irmaos para a ala de Psiquiatria, íamos para um Hospital. Mas apesar de toda a preocupação e quase histeria, a coisa passou-se sem grande drama (claro que aqueles que perderam entes queridos ou viram as suas vidas realmente alteradas terão opiniões diferentes... E com razão.).

Até que começaram a vir as notícias de Itália e depois de Espanha. E saímos da nossa arrogância ocidental e percebemos que se calhar, também nos vai tocar a nós. E de repente, eu faço anos e não é aconselhável estar com os meus amigos. E o meu pai fecha o restaurante antes de ser decretado o Estado de Emergência. E o ginásio fecha. E eu vou comprar alguns equipamentos para poder fazer exercício em casa apesar de uma parte de mim - ainda a avestruz a enfiar a cabeça na areia - pensa "isto é uma estupidez. Então tu estás a gastar 70€ em equipamentos que vais usar durante 15 dias?".

Mas entretanto... Passaram 15 dias. E nesses 15 dias a vida mudou ainda mais.  Fui ao Continente comprar comida para mim e para os meus pais e nunca gastei tanto dinheiro. Deixei de ir correr para o Paredão. Num dos dias que tive que sair, cheguei à garagem ao mesmo tempo que um vizinho meu, que é ortopedista, e ele mandou-me subir primeiro. Não faria sentido - eu estou de férias e ele está muito mais cansado que eu... E é mais velho que eu -, mas neste momento, faz sentido.

Não estou com o meu namorado nem o vejo há 14 dias porque na altura em que o isolamento começou (o timing perfeito) e ele continua a ir trabalhar fora de casa. A minha irmã estava agora a iniciar a sua procura ativa de emprego e está interrompida. Eu vou começar na quarta-feira a trabalhar num sítio novo... Remotamente. E o meu pai não sabe quando é que vai voltar a abrir o restaurante. Na quinta-feira, seria o 34º aniversário do meu irmão mais velho. Sei que vai ser um dia difícil em casa dos meus pais e eu não vou lá estar.

De cada vez que saio à rua, penso se faz sentido ou não fazê-lo e como é que posso condensar todas as saídas que tenho numa única saída. Tenho o lixo cheio mas só o vou deitar fora na próxima saída. Tenho a minha roupa de ir à rua que, ao chegar a casa, fica na varanda. Ontem fui correr pela primeira vez pelo meu bairro (i.e., pelas pracetas de estacionamento) e preocupei-me menos com os carros do que com as pessoas. E só ando de elevador quando vou à garagem.  

A questão é - como é que chegámos até aqui? Há 4 semanas, eu estava indecisa sobre se queria ou não fazer festa de anos, não me passando pela cabeça que não iria poder fazer nada. Há 4 semanas, eu ainda gozava com os meus colegas mega preocupados com isto - afinal, muito mais clarividentes que eu. Há 1 mês e meio, eu estava com uma tosse que quase me fazia expulsar os pulmões. Foi antes do Covid chegar cá, mas tenho para mim que se fosse hoje, iria ficar de quarentena obrigatória (apesar de, felizmente, nunca ter tido febre - BTW, comprei, passado 1 ano e 4 meses, um termómetro para minha casa. Por causa do Covid).

Parece que em 3 semanas o Mundo deu uma volta gigante, de 160º e só agora é que nos está a cair a ficha da gravidade da situação. Só agora é que estamos a perceber que o isolamento não vai durar só 15 dias... Mas que raio, como é que nós pudémos realmente pensar, cabecinhas geniais, que isto ia durar só 15 dias?? Nenhum surto de coisa nenhuma dura 15 dias!! E nós fomos ingénuos, ou idiotas, ou burros, por achar que sim.

E agora a nossa vida mudou. E infelizmente... Sem previsão de regressar ao "normal" (seja lá isso o que for).

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D