Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

08
Mai20

Mudança do Estado de Emergência para o Estado de Calamidade

Miúda Opinativa

Não sei. 

Até ver, a minha vida continua igual. Continuo a trabalhar em casa (e ainda bem), continua a não me apetecer ir às compras (e uma das 1001 vantagens de viver sozinha é conseguir abastecer-me para não ter que ir muitas vezes às compras... Boa gestão de matéria-prima e do espaço permite-me isto, ah ah!), tenho algum receio que a coisa piore mas entendo a economia não pode estar parada ad eternum

O que não significa que eu vá contribuir muito para este alavancar da Economia... Não me vou inscrever no ginásio tão cedo porque não me apetece stressar naquele que é um momento de lazer (estar à espera numa fila para entrar no ginásio não faz parte da minha natureza...). Não sei se vou voltar a ir a restaurantes e certamente não vou voltar a viajar tão cedo (snif...). No entanto, eu e o meu namorado já combinámos que podendo, em Outubro, quando eu puder tirar férias, passamos uns dias no Algarve, para eu lhe apresentar o Algarve para lá das praias (Yei! Ele é daquelas criaturas que não gosta do Algarve porque "não se faz nada e o que se faz não é grande coisa" - isto era razão para terminar, não era?), o que tem a vantagem de não precisarmos de marcar nada com antecedência... Tenho lá casa, basta pegar no carro e ir :) 

Também não me vejo a voltar a ir às compras de roupa, por exemplo, tão cedo (ir às compras já era algo que me enervava por várias razões) e posso continuar a comprar livros pela internet (já comprava antes do isolamento, durante o isolamento comprei alguns e assim hei-de continuar). 

Hei-de continuar a ir aos meus pais ao fim-de-semana (não havendo proibição de deslocações entre concelhos), mantendo a segurança e vou continuar as minhas consultas de psicologia online. A grande diferença face ao Estado de Emergência será, talvez, voltar a correr no Paredão. Correr na rua na minha zona não é fixe e sinto muita falta do Paredão. Mas se o vir muito cheio... volto para trás. Por isso, estou a rezar por fins-de-semana cinzentos e pouco convidativos a passeios. Ih ih ih! 

Aquilo que realmente me apetece fazer, sinto falta de fazer, vou continuar a não poder fazer. Que é estar com os meus amigos em jantares descontraídos. Ir à rua sem me stressar. Não ter que utilizar máscara. Não me achar neurótica quando estou com o meu namorado por eu ser mais cuidadosa que ele. 

Mas isso... isso não deve acontecer tão cedo. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D