Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

02
Jul20

Então e como foi adoptar um cão?

Miúda Opinativa

Estávamos em pleno confinamento quando a minha irmã mais nova me enviou uma página de Instagram de cães. Comecei a ver a coisa e fui-me entusiasmando, ao ponto de ter começado a ver outras páginas. Mas tentei sempre manter uma certa distância emocional: eu gosto de cães, mas sempre tive algum "receio" de ter um cão num apartamento que passaria muito tempo sozinho. 

Até que na página da UPPA descobri um cãozinho mesmo mesmo fofo. Era lindo, com uns olhos doces doces. E num impulso, mandei-lhes um email. Fui visitá-lo em Maio e quebrei. No entanto, as dúvidas continuavam - fazia sentido um cão de porte médio vir para um apartamento e passar tantas horas sozinho? Ele estava com um problema intestinal e foi a razão perfeita para eu ter mais tempo para decidir. 

E foi em casa que percebi - na Uppa os cães são bem tratados mas não deixam de estar num abrigo com tantos outros cães. E embora ele vá passar algum tempo sozinho quando a vida regressar ao normal (ah ah), a verdade é que vai ter pelo menos uma humana a cuidar só dele. E decidi adoptá-lo. 

No dia 10 de Junho, o Loki veio para minha casa. Tive muita sorte: não faz xixi nem cocó em casa, não ladra e não morde. É um cão muito muito meigo que só quer miminhos (mais até do que brincadeira). 

Embora não se tenha a certeza, terá entre os 6 a 8 anos - é já adulto. 

E nestas semanas, ainda não me arrependi. Pensei "eu tinha uma vida tranquila e agora é menos tranquila", mas não me arrependi. Porque a falta de tranquilidade (e o facto de nunca mais ir ter a casa limpa) é compensada pelo mimo. É compensada pela alegria com que ele me recebe das poucas vezes que o deixei sozinho (e tenho que o começar a deixar mais vezes...). É compensada pelo carinho com que ele me olhou e me deu a patinha e me deu beijinhos num dia em que tive uma crise de choro. É compensada por ver que o seu olhar já se transformou. Ele tinha um olhar doce mas triste; agora, tem um olhar doce e embora às vezes desconfiado, já é mais alegre :) 

É um doce. É um mimado e fica chateado quando não lhe dou atenção. É o meu cão :) 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Cristina Torrão 08.07.2020

    "prenúncio"
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D