Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

27
Abr20

Apetece-me fugir

Miúda Opinativa

Apetece-me fugir. Desaparecer. Ir para um sítio sem internet, sem pessoas, sem nada. Só eu. Apetece-me desligar-me do Mundo, esquecer-me do Mundo. Apetece-me que o Mundo se esqueça de mim. 

Hoje tornei-me na pessoa que nunca quis ser - que pensou "estou exausta, mas ainda bem que vou trabalhar, para não pensar na merda toda à minha volta". Na pessoa que utiliza o trabalho para fugir. 

Apetece-me fugir. 

22
Abr20

Quarentena - porque não se fala de outra coisa

Miúda Opinativa

Estes dias - e já estou em casa há 37 dias, embora com algumas saídas - têm sido... Estranhos. E curiosos. 

Um disclaimer que já toda a gente sabe: eu não sou um animal social. Eu gosto de estar sozinha. Gosto de estar sossegada a ler e a ver séries. Passei muitas noites em casa, a ver séries ou a ler, enquanto as minhas amigas estavam com os respetivos namorados. A minha solteirice crónica ensinou-me a estar na minha própria companhia - e a gostar da minha companhia. 

De tal forma que tinha pena de não aproveitar mais a minha casa ao fim-de-semana. Porque na correria da vida e dos momentos sociais, não havia tempo para simplesmente ficar no sofá a molengar e a ler. Por isso, estes 37 dias em casa têm sido muito sobre isso - estar em casa e aproveitar a minha companhia. Já não me lembrava disso. Já não me lembrava de estar comigo mesma. E tem sido... bom. Não me interpretem mal. Claro que tenho saudades. Tenho saudades de estar com os meus amigos e a minha família. E de estar mais vezes com o meu namorado... Mas estranhamente, tem-me sabido bem estar sozinha. Acho que se calhar também estava a precisar disso e não me tinha apercebido. 

Mas isto... É o copo meio cheio. Porque depois há sempre um copo meio vazio. 

E que apesar de estar meio vazio, está cheio de preocupações. Preocupações sobre como e quando isto se vai resolver. E ter uma parte bastante céptica que não acredita que isto se vá resolver simplesmente e que apenas vamos ter um "novo normal"... E ficar preocupada com esse "novo normal". Preocupo-me comigo, com os meus. Ir às compras causa-me ansiedade. Os cuidados a ter causam-me ansiedade. Para quem sofre de pensamentos obsessivos e ruminantes, ir às compras e pensar em todos os cenários e todas as possibilidades é stressante. Eu optei por tomar precauções, sim, mas não a um nível extremo. Porque para pessoas como eu, o extremo pode tornar-se mesmo extremo. É quase como se fosse alcoólica, em que uma cerveja se torna num problema grande... A incerteza face ao futuro causa-me ansiedade. Nada disto é fixe. 

Tento levar as coisas de uma forma mais ou menos descontraída e consigo... Se não pensar nisto. Mas quando penso, é problemático. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D