Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O Caso da Partitura Roubada

por Miúda Opinativa, em 28.02.17

Há pouco mais de uma semana, um amigo do meu namorado lançou o desafio. Tinha tido conhecimento deste "policial imersivo", desafiou um grupo e lá fomos nós, há uns dias, para o Bairro Alto, com roupa mais ou menos escura, tal como havido sido pedido. 

 

O conceito é simples e está na moda: houve um roubo de uma partidura de jazz da década de 20 do século XIX, que seria leiloado no dia seguinte, e o grupo tinha que ajudar um caça-recompensas, descoberto pela dona da partidura na darkweb, a encontrar a partitura na casa do suposto ladrão. Para tal, tínhamos que ir descobrindo e resolvendo pistas, que dariam acesso a um cofre onde, então, estaria a partitura. É importante referir que esta é uma acção que está a ser levada a cabo pela Drambuie, para "assinalar o lançamento da nova imagem da garrafa". Ou seja, no fundo, isto é uma acção de marketing.

 

Mas... não é uma acção de marketing muito boa.

 

Chegámos ao local combinado e fomos recebidos pelo "Artur" que nos disse que o tal caça-recompensas já estava à nossa espera e que nos explicaria o que tínhamos que fazer. O caca-recompensas chegou e lá nos explicou o que era esperado. E a verdade é que não foi assim tãoooo difícil descobrir as pistas (algumas relacionadas com a tal nova garrafa da Drambuie) e resolvê-las. Ele deu-nos algumas indicações, demasiadas, e todos achámos que teria sido bem mais giro se nos tivesse deixado pensar um pouco mais no assunto. Assim a coisa acabou por se resolver rápido. Descobrimos a partitura, houve ainda ali um confronto com o suposto ladrão da partitura, fugimos de casa e fomos ter com a dona da partitura (estou a dizer partitura demasiadas vezes? XD).

 

Lá fomos ter com a dona da partitura a um bar no Bairro Alto e aí veio a grande promoção da bebida. Falou da história da bebida e cada um de nós teve direito a um copo (que não é bem o meu estilo). E depois... Bem, não vou contar o final. Pode ser que haja alguém interessado em ir ou que já tenha comprado os bilhetes e não quero spoilar ainda mais.

 

Apenas vou dizer que sim, que esperávamos mais. O suspense não é assim tão grande e todos ficámos com aquela sensação de "então é só isto?! Então mas... pagámos 18€ para isto?"

 

Enfim, não querendo menosprezar o trabalho de ninguém (e por isso reflecti bastante sobre se escrevia isto ou não), julgo que o mistério podia ser mais interessante e poder-se-ia tornar as pistas mais difíceis. Isto é uma manobra de marketing, claro, mas é uma manobra de marketing demasiado cara para quem a recebe, que fica com a sensação de que o seu dinheiro foi mal empregue. Porque por 18€, esperar-se-ia maior mistério, mais suspense, mais intriga. E não houve assim tanto disso. Só um "nheeee".

 

E não, ninguém ficou assim espectacularmente maravilhado com a bebida.

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20


6 comentários

Imagem de perfil

De Chic'Ana a 01.03.2017 às 10:01

Olha, por acaso andava aqui com um desses "jogos" debaixo de olho, mas ainda bem que li a tua opinião. Acho que ia ficar mesmo desiludida...
Imagem de perfil

De Miúda Opinativa a 01.03.2017 às 10:35

Chic'Ana, esta foi a minha opinião sobre este jogo em particular. Tenho ouvido falar muito bem de outros jogos do género, tipo os Escape Rooms e afins, e espero mesmo que o que aconteceu neste jogo seja o que acontece nos outros ;) Ainda no outro dia falava com uns amigos sobre isto e um deles, que fez um Escape Room, disse que fizeram o jogo sozinhos e só quando estavam há MUITO tempo presos numa pista é que uma voz lhes dava alguma indicação - o que não aconteceu neste jogo.

Mais uma vez, aqui o principal objetivo, parece-me, era promover a bebida, e o jogo foi uma coisa mais "secundária". Neste caso, o tiro saiu pela culatra, ah ah :P
Imagem de perfil

De Chic'Ana a 01.03.2017 às 10:37

Sim, faz mais sentido esse segundo procedimento. Queremos ter a sensação que estamos sozinhos a resolver o enigma =)
Imagem de perfil

De Miúda Opinativa a 01.03.2017 às 10:38

Exactamente ;)
Sem imagem de perfil

De pocamoca a 30.04.2017 às 01:14

Bem, estivemos hoje nesse jogo.Baaahhhh. O Eduardo esteve Demasiado presente em todo o jogo.não recebemos qualquer sms e, quando encontramos a suposta Catarina, informamos que não recebemos sms, daí duvidarmos de quem seria, pedimos para confirmar o número, ela confirmou um número errado,resolvemos não entregar a partitura....Tirou nos uma foto e ela foi se embora... Nós esperamos pela verdadeira Catarina.....que pronto....Jogo sem conclusão. Já que são actores, podiam ter improvisado.....pelo erro e tal...Podia dizer que foi um flop.... Quer dizer....Foi um Flop
Imagem de perfil

De Miúda Opinativa a 30.04.2017 às 11:23

Ah ah! Vocês esperaram pela Catarina e nós, depois de ela se ter ido embora e termos ficado com a impressão de que NÃO PODIA SER SÓ AQUILO, andámos a persegui-la, a uma distância de segurança, pelas ruas... Maluquinhos, portanto ;)

Sim, foi um grande flop. Foi pegar numa ideia que me parece interessante, as Escape Rooms, tentar aplicá-la numa acção de marketing e não ser bem conseguido. Pena o nosso dinheiro!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D