Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Opiniões e Postas de Pescada

Opiniões e Postas de Pescada

10
Out17

A saúde mental é só para quem tem dinheiro?

Miúda Opinativa

Devido à loucura da minha vida no último mês, por estar cansada desta montanha-russa de sentimentos e por ter medo do que pode estar para vir, achei que era boa ideia procura ajuda profissional. E por ajuda profissional entenda-se um psicólogo. 

 

Sou formada em Psicologia - embora não seja psicóloga - e apesar da descrença frequentemente sentida por esta ciência enquanto tirava o curso, acho, sinceramente, que todos nós devíamos passar por um psicólogo pelo menos uma vez na vida. E acho que a minha vez chegou. 

 

Mas bem... Chegou mas se calhar ainda não é desta.

 

Em primeiro lugar, um disclaimer: para mim, procurar um psicólogo é quase como procurar um telemóvel ou um computador. Antes de me decidir por um profissional, vou ver as suas especificidades técnicas, i.e., onde tirou o curso e que tipo de especialização fez. Se não me identifico com a corrente dinânimica, não vou querer, obviamente, um psicólogo que a tenha seguido.

 

Ora, isto tem como desvantagem o facto de já me restringir o leque de escolhas. Mas é fazível, claro.

 

Feita então a pesquisa por psicólogos nas clínicas médicas que frequento quando percebo, encontrei uma ou duas profissionais que se adequam aos meus requisitos.

 

Liguei para uma das clínicas, de forma a perceber qual o horário de atendimento e o preço, e disseram-me logo "As consultas de Psicologia não são abrangidas por seguros de saúde". Ok... Logo a seguir percebi que uma das psicólogas, apesar da especialização ser do meu agrado e de a Faculdade ser boa, atende a horas impróprias para quem trabalha. O que é sempre uma chatice. Pronto, uma pessoa entende, provavelmente dá consultas noutros locais ou então quer só ter vida pessoal. Mas enfim, é chato.

 

Como eu trabalho - e trabalho longe da clínica -, perguntei por outra psicóloga que atendesse depois das 19 e/ou aos Sábados. E ok, havia uma. Fixe, depois ia ver se preenchia os meus requisitos. Então fiz a outra pergunta - e preço?

 

Preparados?

 

93€ a primeira consulta. 83€ as seguintes. COMO É QUE É? 83€ por uma consulta de Psicologia é um crime. Façamos as contas: se as consultas forem 1 vez por semana, o que acontece com alguma frequência, então gastam-se 332€ por mês em consultas. Parecendo que não, isto é mais de 1/3 do meu ordenado. Que, parecendo que não, está dentro da média nacional.

 

Tudo bem. É um Clínica Privada. E as pessoas podem sempre dizer "podes recorrer ao SNS". As pessoas podem dizer isso, mas depois ouvem um "Go fuck yourself". Porque apesar de tudo aquilo que dizem, não existem (ou quase não existem) psicólogos no SNS.

 

E depois é isto. A Saúde Mental em Portugal está uma merda. Temos médicos de família a receitarem anti-depressivos - acredito que não o fazem por mal, mas quem se sente mal psicologicamente, não deveria ter que ir ao médico de família. Que se sente mal psicologicamente, deveria ter direito a ir a um psicólogo sem ter que precisar de comprometer a alimentação.

 

Existem opções mais baratas? Existem. Mas ainda assim, pagar 40€, 30€ por uma consulta psicológica pode ser muito. Sobretudo tendo em consideração a periodicidade com que muitas vezes essas consultas deveriam ser realizadas.

 

Pensem, governantes, pensem. Há muitos psicólogos no desemprego. Há muita gente a precisar realmente de um psicólogo. É só fazer o match!

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D